besos

besos

terça-feira, 10 de junho de 2008

polêmica...


Traição merece perdão?

Vocês pareciam formar um casal perfeito, digno de inveja, e de repente, a relação foi abalada por uma traição. Mas depois de tanta dor e frustração, será possível relevar e perdoar o parceiro?

O psicólogo e pesquisador da Universidade de São Paulo, Thiago de Almeida, explica que diante de uma situação dessas há apenas duas alternativas: realizar genuinamente o perdão ou partir para a separação.

Embora você tenha vontade de jogar tudo para o alto e passar uma borracha na sua história de amor, é importante não se deixar tomar pelas emoções. Redobre suas forças para saber utilizar seu lado racional, pois segundo Thiago de Almeida, o relacionamento pode se tornar melhor após a traição. "Após a traição, a mulher passa a enxergar o parceiro tal como ele é e não mais como um depositário das suas expectativas. Além disso, o casal pode ficar mais íntimo com a redefinição da honestidade", explica o especialista.



Contudo, a reconstrução da confiança é um processo que exige dedicação e empenho de ambas as partes. "Querer perdoar é o primeiro passo para o perdão", afirma a psicóloga Sylvia Sabbato. Segundo a especialista, a mulher traída tem de estabelecer regras para que o perdão funcione. "Ela pode perguntar o que quiser e ele deve responder. Mas, para evitar o desgaste, é fundamental marcar dia e hora para isso", afirma.

Porém, a mulher deve ser sincera a ponto de não abusar dessa sua condição "privilegiada". "Ela tem de saber se quer mesmo continuar a relação ou apenas fazer o parceiro sofrer ao espezinhá-lo. Por isso, é sempre bom buscar um terapeuta para agir como um intermediário", diz Sylvia.



Se você caiu em prantos quando soube ter sido passada para trás pelo amado, saiba que a frustração existe nos dois lados. "É difícil para o traidor sustentar a cadeia de mentiras que faz parte da traição. Ele não consegue se posicionar com a mulher, com a amante e nem com os filhos", diz Sylvia Sabbato.

Mas se você considera que a relação traz benefícios suficientes para suplantar a dor, encare a traição como um obstáculo a ser enfrentado. "Não existem casos sem perdão, porque o sentimento não tem limite. É bonito quando acontece, pois os dois crescem e se tornam mais cúmplices em um relacionamento fortalecido", afirma a psicóloga.


Fonte: Jbonline


8 comentários:

  1. querida Elane, cada caso é um caso, e não atiremos a primeira pedra nunca, pois não sabemos a razão de nada com relação ao que acontece com um casal.Julgar é perigoso, mas,tudo na vida tem concerto se houver amor.Enganos tb acontecem e desilusões também.
    Não há concerto quando o amor acaba mesmo.bjus mil e tenha uma ótima terça feira!walk on forever,monicavox

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Moniquinha... tem que ter muito amor e estrutura para superação. Se não houver seria um equívoco continuar. Menina isso é hora de blogar? capaz...srsrs...vai durmi, que coisa...kkk...te amo linda! bj

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga.. Lindo seu novo tamplante amei....
    Amiga estou passando rapido pra te dizer que estou de volta ao blog viu, ja estava com saudades...
    Beijosssssssssssss ta lindo aqui.

    ResponderExcluir
  4. É uma situação delicada, um ótimo dia Lane.

    ResponderExcluir
  5. È muito complicado essa resposta, o amor é forte, a tudo supera, a tudo vence, então, quanto a traição, é dificil saber, depende da situação, se vale a pena, se a pessoa merece, se é essa a pessoa que merece o sofrimento e aquela marca ,que vai ficar no futuro,tem coisas no amor que são mais ou menos assim, aquele livro com aquela historia que voce tanto adora e lê sempre, ai, de repente vai um louco lá, e rasga a pagina com sua passagem favorita, voce pega uma fita durex, coloca na pagina, ela tá colda de novo, mas a marca fica, aquela cicatriz fica, então, ai entra a pergunta pessoal e intransferivel, vale a pena viver o resto da vida com essa cicatriz????? Beijos minha poetisa do amor eterno, tenhas uma grande e abençoada tarde de paz e coração aberto a inspiração.

    ResponderExcluir
  6. Você é bonita demais. Boa noite querida.

    ResponderExcluir
  7. Lindinha...sempre trazendo questionamentos né??rsrs.Não é nada fácil uma situção dessa e falo por experiencia propria.No calor das emoçoes nao conseguimos pensar,agimos por impulso,comigo foi assim e amadureci muito.E não consegui continuar o relacionamento,não por falta de perdão,mas por perceber que não ia dar certo.Qdo o outro(a) procura alguem fora do relacionamento é porque a sintonia,cumplicidade ja nao estao a mesma coisa e isso é culpa dos dois e nao so de quem "trai".Nos acomodamos com o passar do tempo e nem nos damos conta.Mas se houver amor e a vontade de realmente perdoar acredito que os dois sejam capazes de passar por cima disso, ver onde estão sendo relapsos e continuar juntos, mais maduros e sem tantos melindres.Foi o que aprendi!!Bjao bru!!

    ResponderExcluir
  8. olá lane. Que difícil heim. Sabe num relacionamento não tem receita é igual criar filhos, não vem com receita, nem com livro colorido ou em preto e branco tem que viver e ir vivendo e ir decidindo conforme a vida vai acontecendo, sabe aquele ditado "pimenta nos olhos dos outros é refresco" é por aí o caso só doí e só tem remédio quando é na pele, quando tá ali pra viver e pra decidir, não tem outro jeito. Não adianta fazer discurso, ou pensar no que faria, só fazemos e agimos na hora que acontece e geralmente largamos todas as nossas convicções ou criamos outras convicções e nos convencemos que vale a pena ou que não vale mais a pena, tudo depende do quanto ainda se ama e do quanto ainda acreditamos que somos amadas. BJS e até breve.

    ResponderExcluir

Agradeço suas preciosas palavras!!bj!!