quarta-feira, 6 de outubro de 2010

você e o amor

O ser humano, no decorrer de sua vida, de suas experiências, melhora ou piora suas atitudes, sua maneira de vislumbrar o mundo... Os que melhoram com as dores, se tornam mais dóceis
e aprendem que para sermos felizes, para termos amor, paz de espírito, temos que nos conhecer e entender que ninguém, é, foi ou será o responsável por nossa felicidade, ou que dependa do outro ser
as nossas realizações, ou que o outro seja nossa razão de viver, mesmo que amemos demais a outra pessoa, que ela seja nossa alegria, nossa luz, não depende dela a nossa vida, pois cada um tem a responsabilidade de se amar, de se valorizar, de se autoconhecer e saber o quer para sua vida...
Tenho observado que muitos dizem que não acreditam no amor (como um certo amigo poeta,kkk) mas que vivem escrevendo, falando sobre o amor.
Penso que essas pessoas, num determinado momento, tenham deixado de viver as suas vidas para se dedicarem demais  à alguém que não a valorizou,  que não conhecia o dom da gratidão, do amor recíproco, do companheirismo e devido a essas decepções o que se doou demais e quebrou a cara, acabou se fechando para a vida, para o amor, para as pessoas legais, que poderiam até ser um par quase perfeito, pois não existe perfeição no amor homem-mulher, pois cada ser tem suas particularidades, suas vontades, decisões, o amor sim, é perfeito, é único, imutável, mas os seres humanos, mesmo tendo a essência perfeita, de Filhos de Deus, estão aprendendo a lidar com as turbulências da vida, muitos levam anos para se recuperarem de uma decepção amorosa, outras, nunca se recuperam, vão se envolvendo fulgazmente com o que a vida oferecer e se magoando mais e mais...essas pessoas que assim agem, tem uma visão distorcida do amor, muitas vezes se tornando amargas ou pessoas frias...
Quero com tudo isso dizer que, Você, tem a chave da sua vida, da sua felicidade, primeiro, aprender doar-se sem esperar retribuição de ninguém, ame porque você tem o amor dentro de si, se doe, mas não se esgote, se dedique, mas sempre se dedique  à você, diga que ama, mas não que o amor do outro seja a sua razão de viver, não, a sua razão de viver, é você mesmo, a sua experiência espiritual, o seu aprendizado nessa escola Terra.
Se acha que o outro é tudo na sua vida, tudo bem, ele é, mas que seja um tudo que deixe espaço para você ser você mesmo (a), que você não mate seus sonhos, que não mate sua espontaneidade, que você não perca  os melhores anos de sua vida e quando você perceber, sua vida se limitou a um, a uma simples babá, que só cuidou dos outros, mas descuidou de si.
Acorde, seja feliz, ame, diga que ama, mas se ame, se cuide, se presenteie, se conheça, estude, cresça, por si e para si, pois quando você estiver bem, todos irão sentir sua energia maravilhosa, e, com certeza, você saberá amar e ser amada (o).
bjo na alma!!
fiquem com Deus!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço suas preciosas palavras!!bj!!

Acredite em você

Acreditar em nossa capacidade interior é questão de sentir, quando você conecta-se ao universo e sente aquela energia preencher-lhe a alma,...