besos

besos

sábado, 28 de novembro de 2009

Em tudo.../vá no outro blog tb:aqui

"Tornando-nos recomendáveis tudo: na muita paciência, nas aflições, nas necessidades,
nas angústias". --Paulo de Tarso. (II Corinthios, 6:4)


A maioria dos aprendizes do Evangelho não encara seriamente o fundo religioso da vida, senão nas atividades do culto exterior. Na concepção de muitos, basta frequentar assiduamente os cultos, assembléias, missas e todos os enigmas da alma serão decifrados em sua relação com Deus... Porém, os ensinamentos de Cristo apelam para a renovação e aprimoramento individual em todas as circunstâncias...
Ou seja, não adianta ir à igreja rezar e fazer tudo errado em casa, com os familiares, amigos...
é fácil se declarar crente, cristão, ao lado da multidão...porém, muitos perdem a fé diante as dores, incontinentes na alegira, infiéis nas facilidades e blasfemos nas angústias do coração....
Ser cristão é ser fiel à Deus em todos os momentos,ser positivo, praticando a mente positiva em todos os lugares e em todas as circunstâncias, pois somos o que pensamos...

Elane, inspirada em Paulo de Tarso

Lindos, estou ainda estudando, me preparando para a banca
do meu tcc dia 02 e ainda terei mais 2 provas...

devagarinho visito a todos!!!

muita luz na sua vida!!!
bj na alma!!!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

reflexão/meu outro blog



Vivificar todas as coisas é sorrir, mesmo em meio às tempestades,
Intensificar a fé inabalável em Deus, na nossa capacidade de  nos sobressairmos de todas as tormentas...
Descobrir que somos maravilhosos, capazes, filhos de Deus, que estamos crescendo através dos obstáculos e agradecendo pelas dádivas recebidas,
Isso é AMOR!
bj na alma
by lane
Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos

e não agradar a nós mesmos!
 "O discípulo alcança luz do conhecimento, a fim de aplicá-la ao próprio caminho. 
Concedeu-lhe Jesus
um traço do céu para que o desenvolva e estenda através da terra em que pisa".
(Paulo de Tarso)¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
ainda estou em provas sem tempo de visitar vcs!!
aff, to cansadaaaa!
bjs

terça-feira, 24 de novembro de 2009

esse post é velho...

Sentada na janela de bermuda e blusinha,
estou eu, a olhar a rua, as folhas, os andares, os pesares...

Sentada na janela,apenas sonhando, sentindo o sol primaveril,
nem calor, nem frio,as vezes arrepio...

Sentada na janela, nem alegre , nem triste,
apenas sei que você existe...

De longe, meus olhos fechados, eu penso em você.
São fragmentos, são momentos, são alentos...

Palavras trocadas, palvras doces,palavras duras...
Te magôo, você me magoa, mas o amor tudo perdoa...

Sentada na janela, sinto a bruma leve,sinto o tempo correr pra trás...
num sol desbotado, eu correndo entre os quintais...

bons tempos que não voltam mais...

Sentada, penso no que fui, no que sou, no que falei...
se magoei,se perdoei, não sei...
apenas chorei...
******************************************************

BY LANE**
______________________________
Tudo é possível, até o perdão,
não é fácil, muitas vezes, derramamos muitas
lágrimas para pô-lo em prática,
mas essa é a prova que o amor a tudo deve vencer.,,
(elane)

domingo, 22 de novembro de 2009

cores/meu outro blog:clique



Vejo cores
que se misturam com meu interior,
se mesclam, criam, recriam matizes,luzes...

algumas vezes, elas ficam escuras, tons de sépia,
cinza...e sangram como magenta, forte, viva, escorrendo de minha alma.

Vejo cores onde muitos veem o branco, vazio, oco,
mergulho nelas e as percebo, tateio, cheiro, sinto,
sem medo de me sujar, de manchar meu ego, meu id...

lavei meu ego, mudei meu id, nao tenho vaidades,
tenho vontades, espontâneas, que brotam como cogumelos no jardim, como beija flor a beijar cada flor, a voar , por amar a primavera....

lavei minha cara, tirei a máscara da hipocrisia cinza, grudada com as mentiras, os medos e preconceitos, apenas vejo cores, porque sou leve, sou pluma, vida...afinal...

me transformei em arco íris... me misturei às cores...não só as vejo, mas....as sinto...as vivo...
as crio...
Elane Rebello/2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

oláa


 foto by Sergio Ricardo/08

Tomando a decisão e realmente querendo, os próprios pés o conduzem para a realização!!!
Fonte: "Talmude babilónico"
Autor: Textos Judaicos

ainda tenho essa semana e a outra de provas, até dia 2 terei muitos compromissos,
mas logo retorno,saudade de visitar todos vcs!!


"A vida é de fato escuridão...
Exceto lá onde houver impulsos.
E todo o impulso é cego...
Exceto onde houver sabedoria.
E toda a sabedoria é vã...
Exceto onde há trabalho.
E todo o trabalho é vazio...
Exceto onde há amor.
E quando vc trabalha com amor...
vc se liga com você mesmo...
com outro...e com Deus"!!
(Kalil Gilbran)


bj na alma, visitem meus blogs!!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

hoje!!!visite o meu outro blog, coitado!!clique aqui,tenho mais outro,ta la do lado,ohh

Mais uma etapa concluída, hj foi apresentação do meu artigo científico,
essa semana começam as provas e dia 2 é a banca do tcc...

Apesar do cansaço, o alívio é maior, tudo está se encaminhando, estou estressadaaaaa,
cansadaaaaaaaaa, porém, perto de realizar mais uma etapa da minha vidinha...

depois que tudo passar, volto com ânimo para visitar a todos mesmoooo....

Espero que você hoje ao olhar a natureza, as pessoas, os bichinhos, o chato, a chata do seu colega
de trabalho,kkkk, os mal educados no trânsito, na rua, em casa e por aí vai...agradeça, mentalize o bem, a saúde, a paz, harmonia, olhe para a pessoa que você acha uma mala sem alça e sem rodinha e a elogie, começe VOCÊ a modificar as pequenas coisas, quando você menos esperar, o seu mundo...estará muito melhor, já elogiou alguém hoje,seu pai, mãe, filho,filha, namorado, namorada, amigo,etc,etc,etc...
então o que está esperando para ter um dia melhor???

byee, to ja acabando e voltando pra esse blogmundo!!!

domingo, 15 de novembro de 2009

para rir(clique e va no outro blog)

Sfot Poc ( L.F.Veríssimo)

Chamava-se Odacir e desde pequeno, desde que começara a falar, demonstrara uma estranha peculiaridade. Odacir falava como se escreve. Sua primeira palavra não foi apenas "Gugu". Foi:
- Gu, hífen, gu...
Os pais se entreolharam, atônitos. O menino era um fenômeno. O pediatra não pôde explicar o que era aquilo. Apenas levantou uma dúvida.
- Não tenho certeza que "gugu" se escreve com hífen. Acho que é uma palavra só, como todas as expressões desse tipo. "Dadá", etc.
- Da, hífen, dá - disse o bebê, como que para liquidar com todas as dúvidas.
Um dia, a mão veio correndo. Ouvira, do berço, o Odacir chamando:
- Mama sfot poc.
E, quando ela chegou perto:
- Mama sfotoim poc.
Só depois de muito tempo os pais se deram conta. "Sfot Poc" era ponto de exclamação e "sfotoim poc", ponto de interrogação.
Na escola, tentaram corrigir o menino.
- Odacir !
- Presente sfot poc.
- Vá para a sala da diretora!
- Mas o que foi que eu fiz sfotoim poc.
Com o tempo e as leituras, Odacir foi enriquecendo seu repertório de sons. Quando citava um trecho literário, começava e terminava a citaçao com "spt, spt". Eram as aspas. Aliás, não dizia nada sem antes prefaciar um "zit". Era o travessão. Foi para a sua primeira namorada que ele disse certa vez, maravilhado com a própria descoberta:
- Zit Marilda plic (vírgula) você já se deu conta que a gente sempre fala diálogo sfotoim poc.
- O quê?
- Zit nós sfot poc. Tudo que a gente diz é diálogo sfot poc.
- Olhe, Odacir. Você tem que parar de falar desse jeito. Eu gosto de você, mas o pessoal fala que você é meio biruta.
- Zit spt spt biruta spt spt sfotoim poc.
- Viu só? Você não pára de fazer esse ruídos. E ainda por cima, quando diz "sfotoim", cospe no meu olho.
O namoro acabou. Odacir aceitou o fato filosoficamente, aproveitando para citar o poeta.
- Zit spt spt. Que seja eterno enquanto dure poc poc poc spt spt.
Poc poc poc eram as reticências.
Odacir era fascinado por palavras. Tornou-se o orador da turma e até hoje o seu discurso de formatura (em Letras) é lembrado na faculdade. Como os colegas conheciam os hábitos de Odacir mas os pais e os convidados não, cada novo som do Odacir era interpretado, aos cochichos, na platéia:
- Zit meus senhores e minhas senhoras poc poc.
- Poc, poc?
- Dois pontos.
- Que rapaz estranho...
- A senhora ainda não viu nada...
Quando lia um texto mais extenso, Odacir acompanhava a leitura com o corpo. As pessoas viam, literalmente, o Odacir mudar de parágrafo.
- Mas ele parece que está diminuindo de tamanho!
- Não, não. É que a cada novo parágrafo ele se abaixa um pouco.
Quando chegava ao fim de uma folha, Odacir estava quase no chão. Levantava-se para começar a ler a folha seguinte.
- Colegas sfot poc Mestres sfot poc Pais sfot poc. No limiar de uma era de grandes transformações sociais plic o que nós plic formando em Letras plic podemos oferecer ao mundo sfotoim poc.
A grande realização de Odacir foi o trema. Para interpretar o trema, Odacir não queria usar poc, poc, que podia ser confundido com dois pontos. Poc plic era ponto e vírgula. Um spt só era apóstrofe. Como seria trema? Odacir inventou um estalo de língua, algo como tlc, tlc. Difícil de fazer e até perigoso. Ainda bem que tinha poucas oportunidades de usar o trema.

Odacir, apesar de formado em Letras, acabou indo trabalhar no escritório de contabilidade do pai. Levava uma vida normal. Lia muito e sua conversa era entrecortada de spt, spts, citações dos seus autores favoritos. Mesmo assim casou - na cerimônia, quando Odacir disse "Aceito sfot poc", o padre foi visto discretamente enxugando um olho - e teve um filho. E qual não foi o seu horror ao ouvir o primeiro som produzido pelo recém-nascido:
- Zzzwwwwuauwwwuauzzz!
- Zit o que é isso sfotoim e sfot poc?
- Parece - disse a mulher, atônita - o som de uma guitarra elétrica.
O filho de Odacir, desde o berço, fazia a sua própria trilha sonora. Para a tristeza do pai, produzia até efeitos especiais, como câmara de eco. Cresceu sem dizer uma palavra. Até hoje anda por dentro de casa reverberando como um sintetizador eletrônico. É normal e feliz, mas o único som mais ou menos inteligível - pelo menos para seus pais - que faz é "tump tump", imitando o contrabaixo elétrico.
- Zit meu filho poc poc poc. Meu próprio filho poc poc poc. - diz Odacir.
Poc, poc, poc.


sexta-feira, 13 de novembro de 2009

MULHER DE FASES...(visite meu outros blog)

Como toda mulher de fases, tenho minhas idas e vindas...
normalmente sou bem humorada, um pouco sarcástica, assumo, porém, sincera e leal.

Quero falar um pouco do universo feminino...ultimamente, ando meio decepcionada com
a mentalidade de muitas "gatas" que se acham a "última bolacha do pacote", pobres imbecis,
que não percebem o mico que pagam... adoram se esconder por trás de uma mentira que elas
criam e acreditam, vendem a imagem de grandiosas, inatingíveis, tudo para que os "machos" de plantão
morram por elas, muitas vezes, ficam escondidas por detrás de uma tela ridícula de um pc, jogando seu charme decorado e barato...muitas vezes até rindo do que fazem...

tenho pena dos homens que se interessam por essas pistoleiras, sei que também existem muitos homens que criam uma imagem falsa para atrair as mulheres carentes...

Mulherada, vamos acordar pra vida!!vamos ser mais carne e osso e parar com essa frescura de ser deusa,
vamos ser a mulher que não tem vergonha de ser quem é e não precisa de máscaras para viver...
-ou será que ela é tão semvergonha que nem saiba  o que é ser natural, ser autêntica...

assim como o números de idosos nesse país está aumentando rapidamente (tema do meu tcc)
o número de pilantras femininas  também...ao menos os idosos, merecem respeito,
já os pilantras e as pilantras, o meu desprezo...

Ser mulher é maravilhoso, mas falo a mulher de verdade, a que busca os ideais e não esmorece
mulher que sofre mas tem garra e determinação, não precisa de um computador para vender sua imagem
hipócrita e vazia...o que mais vejo nesse mundo virtual , sem querer ofender os meus blogamigos maravilhosos, digo de certos blogs que infelizmente me deparei, e que me decepcionam...
ser mulher é mais do que fingir, mais do que provocar, insinuar, ir quase nua em lugares inapropriados...
ser mulher é vestir a roupa da coragem e da vontade de ser mulher de verdade!

*****************mulher de fases é isso, quando acorda "com a pá virada", sai de perto***************

bjs a todos!!!visitem meus blogs!!!aos poucos voltarei...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

to cansadaaaaa/meu outro blog:tem orações lindas la...

AINDA ESTOU SEM TEMPO DE VISITAR MEUS BLOGAMIGOS,
ESTOU MUITO ATAREFADA, AS PROVAS FINAIS ESTÃO AÍ, A MONOGRAFIA
ESTÁ PRONTA, DIA 02 É A BANCA...

O último post, era sobre quero isso, quero aquilo, mas como  comentou a querida Paula Barros, de tanto
querer, acabamos deixando o SER de lado...
Temos que querer sim, mas devemos buscar o SER.
Devemos buscar o reencontro com nossa alma, SERmos fortes o suficiente para fazermos escolhas certas, uma vez feitas as escolhas, não olharmos para trás, nao digo esquecer o passado, nem ignorar
as pessoas, quem quer que seja,  mas viver, mudar de vida, implica atitudes corajosas, como a de se
desligar de certos pensamentos negativos, fatos desgradáveis, pessoas que só te deixam para baixo,
devemos valorizar o passado, mas respeitar o presente, respeitar nossas escolhas,sem culpas

SER é ter coragem, é ter certeza que sua vida depende de suas atitudes,
para SER,  jogue fora a auto-punição, as culpas, que desde os tempos remotos, acompanha a humanidade
para justificar as tragédias...

ah porque se fulano está assim, é castigo de Deus, ah, não fica bem para você fazer isso, ou fazer aquilo, porque a sociedade, espera isso, a sociedade ignora isso...

Me poupe...estou cansada dessa sociedade hipócrita, mesquinha, que não está nem aí, se eu tenho que me acabar de cansaço para estudar, estagiar, levar minha filha no colégio, buscar, pegar ônibus e andar 200 km todos os dias para cursar uma universidade...
Ninguém vem em casa, me dar dinheiro, trazer remédio, levar minhas filhas ao médico...

Então, Prefiro SER, ser essa pessoa que para alguns, é egoísta, para outros é legal, que passo até por
louca, desnaturada, até coisas piores, mas aprendi que sendo eu mesma, não engano o mundo, nem minhas filhas,
porque sou verdadeira comigo em primeiro lugar....

SER  você mesmo nesse mundo, é complicado, até praga vc recebe, é obrigada a ouvir cada besteira,
asneiras, de gente tapada, que não sabe nem quando está com fome...
mesmo assim, quero SER, que os "certinhos" que são as vítimas, continuem suas vidinhas hipócritas e mesquinhas...
desculpem o desabafo, mas vejo tanta coisa errada, que é revoltante.

nao esqueçam de mim...

domingo, 1 de novembro de 2009

para reflexao/meu outro blog/mundo da ariel



 
Quero ser o rio e não o que leva a correnteza, pois quero ser a origem e não a conseqüência. 
Quero ser o galho que é levado no bico e não o pássaro, pois antes de ser o criador, quero ser a massa
de que é feito a criatura.
Quero ser o fruto e não a semente e menos a raiz, pois quero antes de sustentar , antes de procriar, adoçar e alimentar os que serão filhos da terra.
Quero ser o que vai e não o que vem, para antes de ser a esperança no sorriso de quem chega,
ser a fé na lágrima de quem parte.
Quero antes de ser múltiplo ser único, para antes de me conformar com a perpetuidade da luta não esquecer de lutar pela sobrevivência.
Quero ser o que me proponho a ser e não o que gostaria de ser,pois assim, ainda me bastará não me tornar o que definitivamente não sou.
Seria fácil querer ser a mão ingênua que sempre perdoa mas reconhecendo não ser santo, prefiro ser o que atira a pedra convicto, pois me sobrará no juízo, depois do veredicto, o papel de ao não ser perfeito, ter sido honesto com meu sentimento de revolta e justiça; e por não ter sido leviano, ter uma nova chance de me tornar melhor.
Quero ser a pergunta e não a resposta, pra nunca perder a sede de aprender e a humildade de reconhecer meu mais absoluto despreparo como ser humano.
Ah! como eu queria amar e ser amado para não sofrer o revés de, não ser um e não ser outro,
morrer por ter um amor pela metade. 
Só não quero escolher entre ser o antes e o depois, pois como Deus, não teria esse delicioso e inesgotável prazer de não ter direito a escolha, mesmo a errada, essa que tenho feito nos momentos mais delicados de minha vida mas da qual, não me passa pela cabeça 
qualquer arrependimento. Ou passa?
Quero ser isso e não aquilo e depois aquilo e não isso para, conhecendo os dois lados da face da moeda, saber o que me caberá quando ela for lançada no espaço
e não depois que ela cair no chão.
Quero viver e morrer e renascer de novo para entender que tudo que fiz é conseqüente e que com o tempo me devolverei à origem de tudo, para poder ser parte integrante da célula inteligente, responsável por tudo aquilo que de mim 
nascerá pelos milênios e milênios
que jamais deixarão de vir.

(Claudio Rabello) 




 
 





Desejo uma semana iluminada, aos poucos visito a todos/ bjs na alma!!Elane Rebello